Rio Grande da Serra – Bertioga

Vamos para mais um post com fotos de um roteirinho bbb que já rolou algumas vezes. Enquanto estou editando o post da viagem realizada no último fim de semana, dias 15 e 16 de novembro, em que eu e meu companheiro de pedal Xikaum conversamos muito sobre as outras viagens realizadas no mesmo roteiro, resolvi resgatar as fotos antigas para criar esse post rapidinho.

São apenas 90km com início em Rio Grande da Serra, passando por Paranapiacaba, Taquarussu, Quatinga, Taiaçupeba, é um roteiro simples, misto entre asfalto e estradas de terra com cascalho que proporciona muita diversão e finaliza com a descida da Mogi-Bertioga. Fiz esse roteiro cinco vezes, contando com a última vez no dia 15, esse post é o resumo das viagens anteriores e várias fotos… é claro.

Clique aqui para ver o mapa no bikely

1ª Viagem

Conheci esse caminho em um role organizado por uma bike shop de São Paulo em 2009, quem me deu a dica na época foram meus amigos Luis e Rafael, logo fiz a minha reserva no passeio que era pago, pois tinha carro de apoio com lanche e ônibus de Bertioga para o Jabaquara. Na época eu já conhecia um pouco a região de Paranapiacaba, mas antes desse passeio, eu não sabia que era possível chegar na Mogi-Bertioga por esse caminho, tinha tanta gente, que no retorno, além do ônibus reservado pela organização foram compradas passagens extra para outro ônibus que estava fazendo a linha normal do dia…ahh…apenas um detalhe, na época eu tinha uma bicicleta ruizinha demais, mesmo assim, ela me levava para essas aventuras.

Algumas fotos da primeira viagem

2ª Viagem

A primeira experiência serviu para aprender o caminho e claro repetir a dose outras vezes 🙂 …ainda em 2009 fizemos mais dois passeios nessa rota, eu Luis e Xikaum  do Fome de Estrada Bike Club, resolvemos descer a serra em outubro daquele ano, fomos em um sábado e ao chegar em Bertioga, atravessamos a balsa para chegar na Prainha Branca onde passamos a noite em um camping, no dia seguinte seguimos até São Vicente, para uma visita a mãe do Xikaum depois pegamos o ônibus para voltar pra casa.

Algumas fotos segunda viagem

3ª Viagem

E a terceira vez, levamos um pessoal a mais, com a participação de Luis, Rafael e Dani (noiva do Rafael), Cibele, Xikaum, Lucrecio e mais dois amigos deles que não lembro o nome agora, tivemos alguns contratempos no caminho que acabou atrasando bastante o pedal, e por isso terminamos a descida da serra a noite, chegando em Bertioga, parte do pessoal pegou o ônibus para voltar, eu e a outra metade do pessoal, seguimos para um camping onde passamos a noite e voltamos no dia seguinte.

Algumas fotos terceira viagem

4ª Viagem

A quarta viagem serviu para matar saudades desse caminho, em 2012 eu e o Xikaum, convidamos o pessoal para fazer essa viagem, a princípio o pessoal topou mas depois de algumas desistências da galera, o único que nos acompanhou foi o Fabricio do blog Pedal Amador, fizemos um bate-volta, pegando um ônibus para o Jabaquara no mesmo dia…digo, noite, porque tivemos que esperar o ônibus das 20:00, pois todos os outros já estavam lotados.

Algumas fotos quarta viagem

Para ajudar quem quer fazer essa rota, posso dizer que o caminho é um misto de estradas de terra e asfalto, em vários trechos as estradas de terra tem cascalho solto, o caminho não é difícil, mas existem várias bifurcações e outras estradinhas que se cruzam o caminho, se você não conhece o caminho é bom checar direitinho o roteiro ou ir com alguém que conheça a região, outra dica é seguir as placas do Caminho do Sal instaladas recentemente, essas placas vão te levar de Paranapiacaba até Taiçupeba (depois não tem placa). Ao chegar na descida da serra pela Mogi-Bertioga pode ter neblina, isso não é difícil de acontecer, então é legal levar o mínimo de iluminação para essa ocasião, pra quem não conhece a Mogi-Bertioga, no trecho de serra não tem acostamento, apenas algumas áreas de emergência. Acho que é isso, agora é só pedalar e se divertir.

Bom pedal e até a próxima.