Caminho da Fé – 2010

Foi em 2010 que fiz o Caminho da Fé, lá se foram 4 anos desde a viagem então esse post será muito mais de fotos do que um relato sobre minha viagem pelo caminho peregrino mais famoso do Brasil.

O caminho da Fé foi inspirado no Caminho de Santiago de Compostela, alguns peregrinos que pretendem fazer o Caminho de Santiago fazem o Caminho da Fé como preparação, mas devido à dificuldade do Caminho há quem diga que para fazer o Caminho da Fé tem que treinar no Caminho de Santiago. Há vários ramais onde pode se iniciar o Caminho da Fé, mas todos eles se unem e ponto final é a Basílica de Nossa Senhora Aparecida.

Site oficial do Caminho da Fé

Mapa

Desde que me conheço por ciclista tive e tenho vontade de fazer cicloviagens que durem alguns dias e totalmente autônomo, onde é possível explorar e realmente “percorrer” o caminho, ouvi falar do Caminho da Fé ainda nos primeiros passeios de bicicleta que participei.

No ônibus, a caminho de São Carlos
No ônibus, a caminho de São Carlos

Recordo que alguns meses antes da viagem conversei com meu amigo Luiz que já havia feito o Caminho da Fé alguns anos antes, acompanhado do Lucrecio, ele me mostrou as fotos de quando fez o caminho e deu algumas dicas.

Credencial
Credencial

Estava combinando de realizar a viagem acompanho do Rafael, um amigo com quem pedalava frequentemente na época, mas não conseguimos marcar as férias no mesmo período então acabei fazendo a viagem sozinho, ou quase isso, pois pelo caminho é possível encontrar outros peregrinos.

Iniciando a viagem
Iniciando a viagem

Dias antes da viagem comprei o bagageiro e alforge, estava muito ansioso era minha primeira viagem, não sabia quanto tempo ia durar e não queria perder nenhum dia, decidi iniciar a peregrinação em São Carlos onde o trajeto tem um pouco mais de 530km até Aparecida, arrumei todas as coisas no alforge na noite anterior a viagem e pedi ao meu pai uma carona até o terminal rodoviário do Tiete, chegando em São Carlos tratei de procurar o local para retirar a credencial do peregrino e iniciar a minha viagem seguindo as setas amarelas.

Sinalização do Caminho, siga as setas amarelas e não tem erro
Sinalização do Caminho, siga as setas amarelas e não tem erro

Durante o caminho percebi que cada dia era apresentada uma dificuldade, muitas subidas, trechos de areia fofa, muita lama, muito calor, mas toda dificuldade era recompensada por uma bela paisagem. Fui bem acolhido nas pousadas do caminho, parte das pousadas são as próprias casas dos moradores, além de uma boa conversa é possível encontra uma boa comida caseira, um chuveiro quente e uma cama para um merecido descanso por um preço acessível a qualquer viajante.

Saindo de São Carlos
Saindo de São Carlos

Comentei que fiz o caminho quase sozinho, além das pessoas que fazem parte do caminho tive a oportunidade de encontrar no meu quinto dia de viagem o Marcio em Águas da Prata, ele estava de bicicleta e seguimos juntos por 3 dias quando chegamos em Inconfidentes e ele teve que desistir pois não teria tempo para seguir até o fim, após isso tive notícia que a minha frente estavam dois peregrinos a pé, foi em Consolação que encontrei o Ricardo e o Celso.

Caminho da Fé - dia 1 (17)

Chegar na cidade de Aparecida após 11 dias pedalando foi emocionante, cada um tem um motivo para fazer a peregrinação pelo Caminho da Fé, alguns o fazem por Fé e outros pela aventura da viagem, não importa o motivo a viagem é incrível e marca as lembranças do peregrino pra sempre.

Bom pedal…até a próxima.

Galeria de fotos

Comentários